18 de mar de 2012

Relato de um dia especial - 2ª parte

Hoje completamos 9 meses de casados e para comemorar um post com a segunda parte do relato do marido sobre o dia dele... em nosso-grande-dia.


"Eu era realmente o primeiro a chegar à igreja. Junto a mim, a equipe do cerimonial fazendo os preparativos pra deixar tudo bem bonito, o que realmente aconteceu.  Continuei sentado, observando o ajudante colocar o tapete vermelho no corredor. Passou um tempinho e chega a equipe de fotógrafos e filmagem. Converso um pouquinho com eles para aliviar a tensão. Logo, começam a chegar os convidados, e lembro que um dos primeiros foram os meus sogros.
A partir daí, a chegada dos convidados era constante. A todo momento, na entrada da igreja, recebia cumprimentos, desejos de felicidades e, de um jeito ou de outro, o mesmo pedido: pra que eu ficasse calmo, porque a noiva já estava no carro.
O engraçado, é que mesmo sabendo disso, minha ansiedade não diminuía.  Meus grandes amigos de Brasília (especiais demais), o pessoal querido daqui de Belo Horizonte, enfim, todas as pessoas queridas adentravam a igreja. Quando me dou conta, o salão está lotado e a fila de padrinhos do lado de fora formada. Pressentia que o momento especial chegava a cada volta do relógio. Vejo todo mundo preparado, quando me dou conta que minha mãe ainda não tinha chegado. “E agora?“ pensei. A cada minuto que passava, sentia o nó da gravata cada vez mais apertado. Com dez minutos de atraso, minha mãe chega numa correria danada.
Agora sim, era chegado o momento. Já nos demos o braço e fomos rumo ao altar com a linda música escolhida por nós a embalar o momento. Deixo-a em seu lugar e fico de frente à porta esperando a entrada de todos. Acompanho a entrada do Itamar com a minha sogra, e todos os padrinhos, a dama e os pagens. A música das crianças também toma conta do salão.
De repente, a igreja fica em silêncio. Meu coração começa a ficar mais acelerado. Pela movimentação, percebo que minha Lindinha já está atrás da porta: aí a suadeira não parou mais. A porta da igreja se abre, a música começa a tocar e fico simplesmente paralisado com tanta emoção e beleza misturadas.


Aquela imagem de sonho, junto ao tema “Eu Sei que Vou te Amar”, que pra mim foi uma surpresa, me deixou completamente arriado das pernas. Sem perceber, já estou com os olhos marejados e com a boca tremendo. Ela ali linda, com meu sogro, e o grande momento de tomar pra mim a sua companhia.
Felicidade demais!!
Começa o sermão do padre, e todas as situações emocionantes e engraçadas já relatadas pelos presentes depois, chega o lindo momento das promessas e troca de alianças. Assinamos o livro emocionados. O padre nos abençoa, nos beijamos e viramos para os convidados que, queridos como eram, aplaudem o nosso momento de grande felicidade. Saímos juntinhos da igreja e nos encaminhamos para a festa.


O salão incrivelmente decorado. Tudo lindo demais, do jeito que meu amorzinho queria. Tiramos fotos com os padrinhos, com a família dos noivos e fomos para a pista para a dança inicial: a valsa tradicional e uma lambadinha que sempre brincávamos, pois sou um péssimo dançarino.


Após esse hilário “mico” cortamos o bolo, recebidos lindamente por bolhinhas de sabão compradas com todo o carinho pela Elaine. Iniciamos o agradecimento pela presença de todos os convidados: fomos cumprimentá-los em suas mesas.  Depois de tanta movimentação, fomos a uma salinha reservada. O mais engraçado eram os garçons preocupados com nosso ritmo, pois estávamos sem comer nem beber nada. O nosso “sombra” (um garçom mais dedicado aos noivos) entava praticamente brigando conosco. Gente boa demais ele, não deixava nossos copos vazios um segundo, e sempre com a bandeja à nossa frente.
Enfim: pessoas queridas, muita animação, música boa (ainda consegui incluir meus rocks no repertório), tudo especial. Momento lindo demais foi o momento do buquê: na verdade, primeiro o sapo, que joguei para as meninas, depois o Santo Antônio - e por fim o mais esperado - o buquê.


Noite mais linda e inesquecível da minha vida. Estava feliz demais, e continuo feliz até hoje. Afinal, tenho a esposa mais linda, querida, companheira e amiga.
Amor, só posso te dizer o seguinte: 
Você faz todos os meus dias serem mais felizes e especiais...
TE AMO!! SEMPRE!!

7 comentários:

  1. lindoooooooooooo
    felicidades pra vcs!!!
    bj

    ResponderExcluir
  2. Que post lindo!!!
    Otima semana....
    Fabiola.
    http://blogencontrandoideias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que fofo.. quero ver se consigo fazer meu noivo fazer esse relato depois do casamento também hehehehe..

    vai ser hilário hehe..
    bjks e felicidades pra vcs dois

    ResponderExcluir
  4. Own que lindos, adorei o topo do blog..!
    Grande beijooo
    =)

    ResponderExcluir
  5. Lindo... não tem como não se emocionar com esse relato! Bjos e parabéns pelos 9 meses!

    ResponderExcluir
  6. Ótimas fotos.!

    Adorei!!

    Amei o novo cabeçalho do blog.!

    Beijoquinhas :*

    Boa Semana ")

    ResponderExcluir
  7. Oummmmmmm chorei!
    Lindo ver um homem falar assim! Acho lindo mesmo!
    Parabéns pelos 9 meses e o marido super carinhoso!!!
    Beijinhos

    ResponderExcluir